Óleo para Bebês - Shantala (Amêndoas doce/Lavanda)

 

Composto com:

> Óleo de Amêndoas doce (prensado a frio) -. Rico em vitaminas A, B1, B2 e B6. Age como suavizante, nutritivo, e emoliente; bom para todos os tipos de pele, inclusive as mais sensíveis e delicadas, como a dos bebês.

> Óleo essencial de lavanda - Esse óleo é um equilibrador emocional; acalma o bebê, ameniza as cólicas, traz conforto e segurança, proporcionando um sono tranquilo.

Apresentação: Frasco de vidro âmbar, com tampa válvula reparadora - conteúdo 30 ml

Armazenamento: Manter ao abrigo da umidade, do calor, e da luz solar direta.

Shantala, é uma massagem indiana derivada da técnica Ayurvédica (massagens feitas com óleos vegetais), indicada para ser feita em bebês.A prática foi popularizada pelo obstetra francês Frédérick Leboyer quando, em uma viagem ao sul da Índia, viu uma mãe acariciando seu filho de forma amorosa e acolhedora. A mulher se chamava Shantala e a maneira dócil e cuidadosa como tocava a criança passou a ser estudada por Leboyer e conhecida mundialmente. (veja vídeo ao final da página)

Benefícios que a Shantala oferece:
• Fortalecimento do vínculo pais/filhos;
• Relaxamento e bem-estar;
• O sono é mais tranquilo;
• Alívio das cólicas;
• A digestão e circulação são melhoradas;
• Redução da ansiedade e irritabilidade;
• A pele é tonificada e hidratada;
• O crescimento do bebê é estimulado;
* Auxilia no desenvolvimento de bebês prematuros;
• Menos choro e mais tranquilidade;
• Melhora o desenvolvimento motor;
• Integração de corpo e mente;
• Delimita o espaço interno (limites do EU);
• Mais amor e afetividade;
*Transmite segurança para o bebê
• São inúmeros os benefícios que essa massagem tradicional milenar indiana maravilhosa pode trazer para você e para o bebê. Aprenda cada passo e desfrute desse momento maravilhoso e único. Simples e fácil de fazer!

“Sim, os bebês tem necessidade de leite, mas muito mais de serem amados e receberem carinho. Serem levados, embalados, acariciados, pegos e massageados” (LEBOYER, Frédérick, 1976)

Como fazer?
Primeiro, é preciso você estar "relax" e tranquila quando for fazer a massagem em seu bebê, pois você transmitirá à ele, exatamente aquilo que você estiver sentindo.
 
O número de repetições é bem variável. Você pode fazer cada movimento por três vezes e ir aumentando e gradativamente, para no máximo, 10 repetições. É importante que o bebê goste da massagem. Se ele estiver chorando pare, e tente em outro momento. Certifique-se de que ele não esteja com fome, e só faça a Shantala após 45 minutos da mamada.
 
 O bebê deve estar totalmente despido, e o quarto aquecido, para que ele não sinta frio. Procure uma posição que seja confortável para vocês dois.
Interagir com o bebê e proporcionar momentos de bem-estar a ele são os principais objetivos dessa técnica.
 
Já o horário escolhido para a massagem vai variar com os hábitos do seu bebê. Se ele sente muita cólica na parte da tarde, seria recomendável que a massagem fosse feita pela manhã, pois assim serviria como medida preventiva.
A massagem não leva mais de 20 minutos, e pode ser feita todos os dias, e até 2x ao dia.
 
Se quiser fazer uma massagem mais relaxante, faça um toque mais suave e superficial. Mas se quiser estimular o bebê, utilize toques  mais profundos e rápidos.
 
A mãe só precisa de um pouco de óleo vegetal para deslizar as mãos, e aprender os movimentos corretos para atingir objetivos como acalmar o bebê, eliminar gases, cólicas e prisão de ventre ou deixar o sono mais tranquilo. 
 
Passo-a-passo dos movimentos da Shantala:
 
1- Coloque uma música tranquila e baixinha, ou com sons da natureza; Uma luz azul ou verde, podem 
ajudar a relaxar também. Sente-se com as pernas esticadas para frente e deite o bebê sobre elas, ou fique numa posição que seja mais confortável para você. Quanto maior o contato corpo-a-corpo entre você e o bebê, melhor.
 
2-   Faça algumas respirações profundas antes de começar, e procure não pensar em nada que não seja este momento de carinho com seu bebê.
 
3- Passe o óleo em suas mãos e esfregue-as. Lembre-se de passar o óleo novamente, sempre que começar a massagear uma nova região (exceto o rosto do bebê).
 
4- Com as mãos bem relaxadas e os dedos unidos, posicione-as no centro do peito do bebê. Deslize, horizontalmente, a mão esquerda até a axila de mesmo lado. Simultaneamente, faça o mesmo movimento à direita.
 
5- Novamente, comece o movimento no centro do peito do bebê e, dessa vez, termine em cada um dos ombros dele.
 
6- Começando o movimento pelo centro do peito da criança, suba uma mão de cada vez (formando um X), até o final do ombro. Deixe seus dedos chegarem embaixo da orelha dele. Sempre que a massagem for feita em movimentos alternados, inicie pelo lado esquerdo do bebê, que é o lado mais receptivo.
 
7- Faça um círculo com as suas mãos, como se fosse um bracelete. Com uma delas, segure o punho do bebê. Enquanto isso, a outra mão vem de encontro àquela que está segurando o pulso, partindo do ombro. Quando as mãos se encontrarem, alterne-as, dando continuidade o movimento funciona como se o bracinho do bebê fosse uma corda, que você puxa para escalar uma parede.
 
8- Faça um movimento de rosca (uma torção suave) com as duas mãos, iniciando pelo ombro e descendo até o punho do bebê.
 
9- Apoie a mão do bebê, com a palma virada para cima, em uma das suas mãos. Use o seu polegar da outra para massagear a mãozinha dele, partindo do pulso e chegando até a ponta dos dedinhos.
 
10- Deslize sua mão espalmada e com os dedos unidos por toda a mãozinha do bebê.
 
11- Aperte delicadamente os dedinhos do bebê, um a um, começando pelo polegar.
 
12- Faça um movimento com as suas mãos em concha, da base das costelas até o começo dos genitais dele. Essa técnica é ótima para aliviar as dores da cólica. Se as dores forem muito fortes, intensifique o movimento.
 
13- Segure as perninhas para o alto e, com o ante-braço, continue massageando a região abdominal. Repita o mesmo movimento com as mãos.
 
14- Faça um círculo com as suas mãos, como se fosse um bracelete. Com uma delas, segure o tornozelo do bebê. Enquanto isso, a outra mão vem de encontro àquela que está segurando o tornozelo, partindo da virilha. Quando as mãos se encontrarem, alterne-as, dando continuidade ao movimento, como no passo 7.
 
15- Apoie o pé do bebê em uma das suas mãos. Com a outra, deslize o polegar, massageando a sola do pezinho.
 
16- Deslize sua mão espalmada e com os dedos unidos por todo o pé do bebê, tanto a sola como o peito.
 
17- Aperte delicadamente em movimentos circulares, os dedinhos do pé do bebê, um a um, começando pelo polegar.
 
 

 



Prazo para postagem: 2 dias úteis


R$ 25,60
CALCULAR FRETE


Veja também

PAGAMENTO E ENVIO

ACOMPANHE-NOS

SELO DE SEGURANÇA


Copyright © Saboaria Artesanal Sementes de Gaia 2017 |